• Inventário prático;
  • Múltiplos locais de armazenagem;
  • Posição de estoque físico, e pendências de compras e vendas;
  • Custo médio;
  • Utilização de diversas unidades de medida e apresentação. Na movimentação do produto, o sistema faz as conversões necessárias para controlar o estoque em uma unidade padrão definida no cadastro;
  • A ficha técnica do produto possui múltiplos níveis, formados por outros produtos e suas fichas técnicas. Isto permite a explosão e geração de Ordens de Produção de produtos simples ou complexos;
  • No produto é possível alocar uma conta gerencial, facilitando a geração de informações para a análise de receitas e despesas;
  • A configuração da classificação fiscal, permite o cálculo automático dos impostos;
  • O controle de fechamentos, permite que não sejam inseridas informações anteriores a data de um determinado fechamento, impedindo assim o lançamento indevido de usuários, além do tempo necessário para solucionar este tipo de problema;
  • A movimentação do estoque é controlada por tipos de movimento, onde é possível conceder acesso de cada tipo a grupos de usuários, podendo desta forma garantir a segurança de acesso e evitar lançamentos indevidos. A entrada de mercadorias no estoque pode ser de maneira direta, ou através de um pedido de compra previamente digitado, em que seus itens são transferidos para o movimento, facilitando a entrada;
  • A integração com o financeiro é automática e possui controles visuais, que identificam possíveis falhas nas informações dos usuários;
  • Existe um processo de requisição de materiais dos setores, que pode ser feito produto a produto, ou através de um kit mantido no setor. Através da configuração do kit, é possível implantar um procedimento de abastecimento rápido das necessidades de cada setor;
  • O inventário pode ser feito selecionando os produtos que serão inventariados ou um grupo de produtos. O sistema gera um relatório de conferência. Após a coleta e digitação dos saldos dos produtos, o acerto é feito automaticamente pelo sistema;
  • Através do produto, é possível ver toda a movimentação de estoque, saldo físico, pendências de entradas e saídas, custo médio, custo de compra e custo de reposição;
  • É possível controlar lotes ou números de série, garantindo rastreabilidade completa de produtos acabados e matéria-prima, além do controle de validade de produtos;
  • Rotas: Permite definir rotas de entrega. A partir da rota é possível criar um romaneio de ligações para pedidos de venda e também para ordenar as entregas. Do romaneio é possível definir o mapa de entrega pelo GoogleMaps.

 

Se gostou, compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestShare on StumbleUponShare on RedditDigg this